31 - 08 - 2018

UM GRANDE DESAFIO NA ALEMANHA

Eu e Celina, minha esposa, chegamos em Munique cinco dias antes da prova. Então, decidimos fazer turismo por lá e pela região da Bavária, conhecendo o castelo de Neuschwanstein – um palácio alemão construído na segunda metade do século XIX. Em seguida, subimos a cidade de Roth, passeando pela Rota Romântica. A alimentação na Alemanha não é difícil, pois há em todos os cantos cozinhas italianas que servem macarronadas e lasanhas maravilhosas. São só um pouco mais apimentadas que as do Brasil. Entender os cardápios é que é o desafio, mas tivemos sorte pois, tínhamos por perto um amigo brasileiro que vive na Alemanha e, nos ajudou muito durante a nossa viagem. Vocês vão concordar comigo que fazer uma prova no Brasil é muito diferente. O fuso horário, alimentação, localização, logística de prova. Tem que estar atento. O Challenge Roth é um espetáculo à parte, desde a largada até a linha de chegada. Aliás, tudo acaba com uma tremenda e grande festa. Galera incrível, energia fantástica e um cenário fabuloso. A bike tem percursos desafiador, mas muito compensador. Para quem quer fazer a prova fora do país, um conselho: Faça, pois apesar do custo elevar um pouco mais, você ainda pode curtir umas férias no pós prova.  A Roberta da Filadélfia Viagens nos ajudou em vários momentos, inclusive com o melhor preço das passagens aéreas, além de tirar muitas dúvidas e nos dar direcionamentos para que a viagem fosse perfeita, como foi.





SOBRE A COMPETIÇÃOChallenge Roth é uma corrida de triatlo organizada por e em torno de Roth , na Alemanha. Realiza-se anualmente em julho.O curso é uma Distância Ultra, que é um total de 140,6 milhas / 226,2 quilômetros. A primeira parte da prova, o evento de natação de 3,86 km, acontece no Canal Reno – Meno – Danúbio, a cerca de 10 km de Roth.O subseqüente percurso de bicicleta de 180,25 km usa um percurso de duas voltas no campo, principalmente ao sul de Roth. O ponto mais meridional é o Greding . O percurso é relativamente plano, com uma colina mais dura uma vez por volta.A maratona final acontece uma vez em volta de um percurso com vários pontos de viragem. Principalmente o curso, segue na mesma estrada após cada ponto de virada, então os competidores se encontram. Uma parte importante do curso é ao longo do Canal Reno-Meno-Danúbio. O acabamento está no centro de Roth. A corrida tem sido realizada desde 1990 na distância Ironman, e desde 1984 em curta distância. Foi anteriormente parte da série Ironman, até 2001. Tem sido realizada independentemente do WTC desde 2002. O número de participantes é de cerca de 3500 indivíduos e 650 equipes de revezamento, limitado por apinhamento.